Hora do Chá com Twinings

Oieeee! Tudo certo? Se sim que bom, se não toma um chá que passa.

Quem me acompanha no instagram, deve ter visto a caixa de chás que ganhei do homem mais maravilhoso da minha vida (sim, meu namorado, o Ian Somerhalder não me conhece ainda), mas quando eu digo caixa, não é uma simples caixinha de chás marca tabajara.


E sim uma CAIXA de madeira, com 6 sabores dentro, de chás da Twinings. E antes que você diga que estou fazendo merchan pra marca, já aviso que não é, como existem as velhas dos gatos, também existem as velhas do chá, no caso eu.



Os chás Twinings tem uma história de mais de 300 anos. Desde 1837 a Twinings é a fornecedora exclusiva de chá da realeza britânica (COM LICENÇA SOU IMPORTANTE). Insuperável na arte secular de combinar sofisticados ingredientes da Índia, China, Ceilão e Himalaia, Twinings oferece as mais diferentes variedades de chás, com sabores deliciosos e aromas inconfundíveis.


Eu já havia provado vários sabores da marca, e com a caixa tive a oportunidade de provar novos, como o de Limão que está quase sendo o meu favorito, quase, porque o meu favorito ainda é o de Camomila, Baunilha e Mel (é vida!) e o único que não gostei é um que comprei certa vez de Limão com Gengibre, a minha boca ficou ardendo hehe.

Sabores que vem na caixa: Erva Doce | Limão | Hortelã | Camomila | Frutas Vermelhas | Camomila, Mel e Baunilha.

O valor desse chá não é muito mais caro do que os nacionais, é uns 2 ou 3 reais mais caro e você o encontra em supermercados. Mas o sabor, é BEM diferente das marcas nacionais, nem se compara. 

Primeiro porque o saquinho do Twinings é tipo tu juntar uns 3 dos chás nacionais, ele tem muito mais sabor, não fica aquela água sem gosto sabe?
Geralmente eu tomo sem açucar, mas com fica bom também. 



E outro ponto positivo é que alguns sabores podem ser tomados do modo Britânico. Sabe como? Com leite!
Isso mesmo, com leite. EU nunca provei, porque não sou fã de leite, mas há quem diga que fica ótimo. Não sei se acredito. Mas se você se interessou, a Mel do A Series of Serendipity fez um post sobre isso.


Voltando a caixa, os pacotinhos não vieram assim, vieram dentro das caixinhas de papel, mas logo tirei tudo e coloquei dessa maneira que fica muito mais legal! :D

Essa caixa gata maravilhosa, custa R$59,90 no Bourbon Hipermercado, mas na internet deve ter por menos. Só Deus sabe o quanto namorei essa caixa no supermercado e nunca levava. Ainda bem que ganhei de presente! Aliás, é uma ótima dica de presente!

Já conhecia a marca? gosta? não gosta? 
Me conta aí nos comentários!




Click Fotográfico - Amores

Olá pessoal :) como foi o final de semana de vocês? Hot or not?

Como o dia 25 (dia oficial do projeto) foi no sábado, transferimos o Click Fotográfico para hoje, e o tema escolhido do mês foi: Amores. Esse tema é bem abrangente, eu amo muitas coisas, desde a família até meu computador. Mas selecionei 5 dos meus amores aleatórios para vocês.

1 - Guloseimas

Aqui eu queria poder colocar umas... 43038459 fotos, mas como tive que selecionar uma só, vou colocar a da última guloseima master power que comi, que foi esse sorvete na Chungo, na verdade o nome é Capelina alguma coisa, não lembro, eu só pensava no sorvete.


2 - Gustavo

AIIII QUE MIMIMI! Sim né, ao falar em amor uma das primeiras pessoas que penso é o Gustavo, meu melhor amigo e namorado. É incrível como nos damos bem, em 4 anos de namoro, NUNCA brigamos. E olha que eu já tentei brigar, mas ele é muito paciente. HAHAHA


3 - Fotografia

Não sou fotógrafa, estou longe disso, mas eu AMO fotografar e ser fotografada. Digamos que é um hobby e talvez seja por isso que amo fotografia. Se eu trabalhasse com isso talvez não gostasse tanto.


4 - Coisas legais

Vou roubar nesse item, porque coisas legais, são várias coisas, como: desenhos, toys, coisas criativas, cervejas diferentes, lugares incríveis, parques, rodas gigantes... coisas legais!


5 - Ser lembrada

Um item abstrato, mas que eu ando pensando bastante. Assim como o Augustus Waters em A culpa é das Estrelas tinha medo de ser esquecido, o que significa que ele gosta de ser lembrado, eu também tenho esse medo e esse amor. Gosto quando as pessoas vêem coisas legais e depois dizem: vi tal coisa e lembrei de ti na hora! Me sinto especial, e as pessoas AMAM se sentir especiais. 

Ilustração que a Kênia do blog A saga da Bota fez de mim.


Bom, esses foram apenas 5 dos meus infinitos amores, como os que são digamos amores óbvios tipo família e tal, então resolvi escolher esses mais aleatórios para vocês conhecerem um pouco mais sobre mim.

O que acharam dos meus amores? Quais são os de vocês? Me conta aí nos comentários.




Aproveita e visita os outros blogs do projeto:


Dica de Livro: Fangirl

Oi oi gente, passei algumas semanas em off aqui no blog por motivos pessoais (FACULDADE/TRABALHO ME ENLOUQUECENDO) mas mesmo assim consegui ler vários livros maravilhosos e tem resenhas sendo feitas, aos poucos, para vocês! Hoje a resenha será sobre o super fofo Fangirl, o livro mais recente da Rainbow Rowell publicado no Brasil.


Somos apresentadas a Cath, uma jovem que está entrando na faculdade para cursar Inglês - tipo Letras no Brasil - e perdendo totalmente os vínculos familiares. E você pensa, poxa, ela deve estar adorando. Mas isso é porque vocês ainda não conheceram a verdadeira Cath, que é super diferente do habitual e que só quer estar em casa, continuar sua vida ao lado do pai, da irmã gêmea, Wren, escrevendo suas fanfictions de Simon Snow. Sim, Cath é o tipo de garota que enche as paredes do quarto com posters de Simon Snow, que é tipo um Harry Potter (onde Harry e Ron são gays e Hermione é só mais uma garota), e veste camisetas com os dizeres "Keep Calm & Love Simon Snow". Foi impossível não me identificar com Cath, ainda mais quando o assunto é Simon Snow.

Afinal, quem nunca ficou louca em relação a uma série de livros, especialmente Harry Potter? Ou Divergente? Ou tipo, Diga Aos Lobos Que Eu Estou Em Casa? Cath escreve fanfic e eu fiz uma tatuagem inspirada em Diga Aos Lobos Que Eu Estou Em Casa <3 




“– A ideia de escrever fanfiction – disse ela – é poder brincar com o universo de outra pessoa. Reescrever as regras. Ou alterá-las. [...] Você pode ficar nesse mundo, esse mundo que você ama, quanto quiser, contanto que pense em novas histórias...”

De cara percebemos que Cath é uma pessoa que não curte muito mudanças, já foi um choque para ela deixar para trás tudo o que ela conhecia para encarar um mundo novo no campus, então imaginem a reação dela quando sua irmã gêmea, com a qual ela literalmente compartilhou tudo na vida, disse para ela que não queria dividir o dormitório na faculdade e que elas deveriam ser Wren e Cath, e não as "irmãs idênticas" como sempre foram.


"Tenho medo de tudo. E sou doida. Tipo talvez você ache que sou um pouco doida, mas eu só deixo as pessoas verem o topo do meu iceberg de loucura. Embaixo dessa fachada de leve insanidade e inaptidão social, eu sou um desastre completo."  - Cath

Essa atitude de Wren foi apenas o baque inicial para afundar ainda mais a relação das duas. Cath acabou por desenvolver um sentimento de traição, e se sentia pior ainda quando tinha que aturar a irritante colega de quarto e o que parecia ser a nova Best Friend Forever da irmã , Courtney. Era o abismo se formando entre a relação das gêmeas que antes escreviam fanfic juntas, agora uma frequentava baladas e enchia a cara  com a BFF enquanto outra buscava inspiração trancada num micro quarto fingindo nem respirar para não atrapalhar Reagan. 



Reagan é aquela menina "desencanada" que não tem medo de nada e enfrenta tudo e todos como se estivesse apenas lixando as unhas. Inicialmente a relação de Cath e Reagan basicamente não existia, já que Cath é super antissocial, ela cortava todas as conversas. Porém, eu realmente acho que Reagan mereceu um parágrafo nessa resenha pois ela é o tipo de garota que você quer ao menos parecer ser: destemida e confiante. Ela se mostrou um pouco carrancuda em alguns trechos mas ela é super irônica, o que a fez uma personagem engraçada e forte.

Durante a leitura descobrimos que a mãe, Laura, de Cath e Wren saiu de casa quando elas ainda eram crianças, simplesmente depois de uma discussão com o marido, Laura foi embora e nunca mais voltou. Ao decorrer do livro, percebemos o quanto isso afetou as pessoas que ficaram: Cath, Wren e o pai das meninas. Wren quase vira uma alcoólatra, o pai desenvolve crises nervosas e Cath fica aterrorizada pelos problemas da família, e ainda tem receio de arriscar em coisas diferentes e não acredita em si mesma e nas suas qualidades. Ela desenvolve um medo do novo, da mudança, um medo de que as coisas que ela conhece e ama simplesmente podem ir embora, a partir dai são criadas situações um tanto inusitadas como viver de barra de cereais por ter medo de entrar sozinha no refeitório, ou simplesmente um bloqueio de criatividade para desenvolver novos trabalhos de escrita além da fanfic. 



"Vou ficar tomando decisões zoadas e fazer coisas estranhas que nem reparo que são estranhas. As pessoas vão ter pena de mim e eu nunca vou ter um relacionamento normal; e tudo sempre porque eu nunca tive uma mãe. Sempre. Essa é a pior tipo das quedas. Do tipo do qual ninguém nunca se recupera. Espero que ela se sinta muito mal. Espero que nunca se perdoe."

Só que querendo ou não, pessoas novas surgem na nossa vida. E na vida de Cath surgiu Levi, um distribuidor de sorrisos e cafés do Starbucks. Levi é o cara que com um simples abraço consegue suavizar tudo, PORÉM, sim, para Cath tudo sempre tem um porém, não basta Levi sorrir e ter "sobrancelhas pornográficas" (what?). É preciso muito mais, principalmente não pisar na bola.

“– Eu passei quatro meses tentando te beijar e as últimas seis semanas tentando entender como consegui bagunçar tudo depois. Tudo o que eu queria agora é consertar as coisas, fazer você ver como eu me arrependi e o porquê de ter que me dar mais uma chance. E só quero saber... você tá torcendo por mim? Torcendo pra que eu consiga? 
Os olhos de Cath grudaram-se nos dele, tentativos, como se fossem escapar a qualquer momento.
Ela fez que sim.” - Levi



Durante toda a leitura de Fangirl eu só conseguia pensar "coisas ruins acontecem para coisas boas serem inesquecíveis". Bom, algum tempo atrás postei a resenha de Eleanor & Park, da Rainbow Rowell, link aqui, na qual eu já tinha falado para vocês que a Rainbow era divina, incrível, ótima escritora e tal, só que como obviamente eu já li Eleanor & Park e foi um livro que, tipo, mudou minha vida, eu estava esperando outra MEGA crise de existência em Fangirl. O que eu posso dizer é que Fangirl é um livro fofo e leve. Não é ruim, mas não é o que eu estava esperando da Rainbow. 

Vou dar 4 cupcakes por que... bem...  é a Rainbow. Eu leria até a lista de supermercado dela.
Nota para o livro: 4 cupcakes

Então people, gostaram? 

Jeans for change Youcom

Olá pessoal! :)
Essa semana estou finalmente colocando minha vida em ordem, porque a bagunça foi daquelas que é preciso de dias para ajeitar.

Hoje vou mostrar para vocês um projeto bem legal que está sendo realizado pela Youcom. O Projeto chama-se: Jeans for change. Quer saber como funciona? então vem:


Sabe aquele jeans que você acha que não serve mais? ou que você já não curte mais tanto?
Durante o final do mês passado e início deste, a Youcom arrecadou vários desses jeans, que estavam lá abandonados no fundo do roupeiro, e transformou eles em matéria-prima para para a Colibrii, que é uma iniciativa que ajuda as artesãs de Porto Alegre. Com todas as doações, a Colibrii vai criar uma coleção de bolsas para a Youcom. 


Sobre a Colibrii

Colibrii é uma iniciativa da Marília dos Reis Martins e da Gabriela Ruiz Gonçalves, duas jovens que resolveram usar a moda pra ajudar um monte de gente. Há mais de um ano, essas amigas desenvolvem um modelo de negócio social que dá suporte completo para artesãs e costureiras de comunidades carentes de Porto Alegre. O resultado é fantástico do início ao fim: mais educação, oportunidades e uma nova fonte de renda para as comunidades. E, pra completar, os produtos da Colibrii são incríveis, feitos sempre com materiais reutilizados, são ecológicos e com preços justos. É ou não é demais?


De 1º/11 a 10/11, a cada R$ 250,00 em compras e que inclua um jeans da Youcom, você leva pra casa uma das bolsas da Colibrii! Pensa que legal: se você participou lá no começo, pode ter de volta o seu velho jeans, mas completamente transformado e com mais uma boa história pra contar.

Lojas participantes:
Youcom – Shopping Praia De Belas/Porto Alegre
Youcom – Shopping Bourbon Ipiranga/Porto Alegre
Youcom – Shopping Bourbon Wallig/Porto Alegre
Youcom – BarraShoppingSul/Porto Alegre

Eu já ganhei uma mochila LINDA desse projeto, eu fiquei apaixonada por ela, acho que combinou bem com meu estilo e vai ser ótima para ir para a faculdade!


A mochila é muito bem feita, tem um forro xadrez super fofo, e tem esse bolso em couro sintético na frente, achei bem estilosa!


Quer saber mais sobre o projeto? 

Achei super bacana a iniciativa, assim essas peças que provavelmente iriam fora um dia, estão sendo reaproveitadas de uma maneira linda não é mesmo?

Me, Lola

Oii pessoal, tudo certinho?
Dia desses recebi uns acessórios bem lindos da loja Me, Lola. Achei uma graça o nome da loja e mais ainda os acessórios.

Pra começo de conversa quem produz eles é a Helena Valenza, ela é designer de acessórios (claro, dããr) e é uma linda.  Os acessórios dela são como eu costumo dizer: "tumblerísticos" que na tradução quer dizer: lindos, diferentes e estilosos. :)


Ela me enviou um anel/pulseira tipo a Jade usava na novela O Clone, que você não deve ter visto pois era muito nova, mas a velha aqui assistiu do começo ao fim, e recebi uma headband que eu até então não tinha sequer uma.


A pulseira amei de cara e no mesmo dia já saí usando, a headband eu fiquei um pouco cabreira. Sabe quando rola aquela insegurança de usar algo diferente? e como eu uso óculos pensei que não ia ficar legal. Maaaas ao provar, achei super legal *_* e adorei! Por favor me digam o que acharam heim, podem ser sinceras, eu aguento.


Separei mais alguns acessórios que ela produz para mostrar a vocês, APAIXONEM-SE:

Os preços variam de R$20 a R$60 ou seja, ótimos preços! Vale a pena.
(Já encomendei o colar de cristal e uma pulseira de moedinhas ♥ )

Quer ver mais? olha lá na fan page ou no tumblr dessa loja super fofa!

Agora me diz aí o que achou? me conta nos comentários!

 
Meninices da Vida - All Rights Reserved 2011/2014 ©
Layout por: Camila Rech
Desenvolvimento por: Gabi Melo