Dica de Livro: Os 13 Porquês

sexta-feira, abril 11, 2014

"Você não pode interr∎mper o futuro, nem mod◀◀ficar o passado. O único jeito de descobrir este segredo é apertando o pl►y."

Ou neste caso, continuar lendo. Trago hoje para vocês, a resenha de um livro que particularmente mudou a minha forma de ver as pessoas. Eu sei que ninguém está a salvo de ser julgado ou de fazer julgamentos, mas garanto para vocês que após ler "Os 13 Porquês" de Jay Asher, você repensa os seus atos antes de cometê-los. 


No livro, somos inicialmente levados ao final da história (a frase ficou esquisita, mas é isso mesmo), onde nos deparamos com Clay Jensen, que recebeu um pacote, sem remetente. Clay está levando este pacote ao correio, e está quase surtando. Ele precisa enviar a caixa com as fitas para uma próxima pessoa que está na lista de motivos pelos quais Hannah Baker cometeu suicídio.

" No meio da sala, à esquerda, estará a carteira de Hannah Baker. Vazia." Clay


Subitamente, o livro passa para o inicio de tudo, o dia em que Clay encontrou o pacote do tamanho de uma caixa de sapatos com as 7 fitas cassetes gravadas por Hannah, numeradas dos dois lados com esmalte azul, mas como o pacote veio sem remetente, Clay jamais imaginou que a voz que ele fosse ouvir naquelas fitas pertenceria a aquela garota que tomou uma overdose de comprimidos e deixou a dor para trás... para sempre.

"Eu mal conhecia Hannah Baker. Quer dizer, queria conhecê-la. Queria conhecê-la melhor, mas não tive muita oportunidade. No verão, trabalhamos juntos no cinema. Não faz muito tempo, ficamos numa festa. Mas não tivemos oportunidade de nos aproximar. E nunca a menosprezei. Nunca."Clay


 O livro é narrado por Clay e por Hannah, nas gravações, Hannah explica que todos que receberam o jogo de fitas que contribuíram para que ela tomasse a decisão de acabar com a própria vida. Quem recebe o pacote deve ouvir as fitas e depois passá-las para a próxima pessoa da lista; caso o contrário, o conteúdo delas será divulgado para todos que quiserem saber - uma pessoa está guardando um segundo jogo de fitas e observando tudo.

Hannah era uma garota nova na cidade e estava tentando se adaptar. Nas fitas, ela conta que tudo começou a dar errado por causa de rumores gerados por seu primeiro beijo. O que era para ser um momento mágico e inesquecível para ela, foi apenas o início da bola de neve de mentiras, enganos, fofocas, crimes ou simples omissões que levaram a tomar a decisão do suicídio. 

"Vocês não sabem o que estava passando no resto da minha vida. Em casa. Nem mesmo na escola. Não sabem o que se passa na vida de ninguém, a não ser a de vocês. E quando estragam alguma parte da vida de uma pessoa, não estão estragando apenas aquela parte. Infelizmente, não dá para ser tão preciso ou seletivo. Quando você estraga uma parte da vida de alguém, você estraga a vida inteira da pessoa. Tudo… é afetado." - Hannah

Muitas pessoas afetaram diretamente a vida de Hannah, transformando um simples beijo em rumores de que teriam acontecido outras coisas, e a partir disso deixando Hannah com sua reputação manchada, e por isso se tornando uma pessoa "popular" negativamente na escola. Foi colocada na lista de "Gostosas e Não Gostosas", como uma das "gostosas" em quanto sua melhor amiga ficou na de "não gostosas" e por um ciúmes ridículo acabou arruinando a amizade das duas. Já sem amigos, a reputação de Hannah só piorava, e os todos os caras da escola viam ela apenas como um pedaço de carne, até o ponto em que um garoto espreita na janela dela para espiá-la e Hannah percebe, o que a deixa se sentindo desprotegida em seu único santuário: sua própria casa.

"Tranquei as estrelas do lado de fora e nunca mais vi os relâmpagos. Todas as noites eu simplesmente apagava as luzes e ia para a cama" - Hannah

 E quando as coisas parecem melhorar para Hannah, ela descobre que sua nova melhor amiga também está espalhando boatos falsos dela, o que faz tudo desmoronar mais uma vez. Ainda sobre efeito dos comentários sobre a reputação de Hannah, um colega convida ela para sair nos Dia dos Namorados, e Hannah aceita, mas ele estava apenas brincando e por fim, fica com pena dela e aparece só para checar se ela realmente estava lá, e tenta assediá-la. Mais uma vez, tratada como um pedaço de carne.

"Fiquei pensando em suicídio. Na maioria das vezes, era apenas um pensamento passageiro. Eu queria morrer. Pensei nessas palavras muitas vezes. É algo difícil de dizer em voz alta. É ainda mais assustador quando você sente que pode estar falando sério." - Hannah


 E quando tudo que Hannah precisava eram palavras de conforto e carinho, sempre tinha alguém disposto a "roubar" isso dela. Teve seus pensamentos mais íntimos publicados no jornal da escola em forma de poema sem sua permissão, e depois foram ridicularizados por todos, arrancando de Hannah a segurança que o papel e as palavras traziam para ela.

Então, depois de todos esses acontecimentos, justamente quando Hannah já não acredita em si mesma, ela sai em busca Clay Jensen.

"Com tudo que estava se passando na minha vida - e na minha cabeça -, eu queria conversar com você. Conversar para valer. Apenas uma vez. Uma chance que a gente nunca parecia ter na escola. Nem no trabalho. Uma chance de perguntar: quem é você?
E quando eu estava ali parada na cozinha, na fila para que enchessem o meu copo pela primeira vez, você chegou por trás de mim. 
'Hannah Baker', você disse, e eu me virei na sua direção. 'Hannah...oi.'
Eu não conseguia acreditar." - Hannah


Só que naquela altura, Hannah não poderia pensar em manter um relacionamento com alguém. 

“Eu estava decidida. Não sobre acabar com a minha vida. Ainda não. Estava decidida a deixar a vida rolar superficialmente, até terminar o colégio. Decidida a jamais me aproximar de alguém. Esse era meu plano. Me formar e ir embora.” - Hannah

Vocês conseguem compreender como ela deveria estar? Acabada, cansada, de saco cheio de tudo e todos que até aquele momento só falavam e acreditavam em mentiras sobre ela.

"Queria que as pessoas confiassem em mim, apesar de qualquer coisa que tivessem ouvido. E, mais do que isso, queria que me conhecessem. Não aquilo que pensavam saber a meu respeito. Mas eu de verdade. Queria que deixassem para trás os boatos, que enxergassem além dos relacionamentos que tive, ou talvez, ainda tivesse, mas com os quais não concordavam." Hannah


Na noite em que Hannah se aproximou intimamente de Clay as coisas tomam proporções maiores, e tudo parece piorar na vida dela, depois que ela manda Clay Jensen embora. 

Existem na história mais 4 razões pelas quais Hannah cometeu suicídio, eu gostaria que vocês lessem o livro para descobri-las. Acho muito difícil eu conseguir explicar para vocês os sentimentos de Hannah sem desmerece-los ou diminui-los por falta de palavras e porque eu não sou nenhuma escritora para aflorar emoções dentro de vocês. Mas, pelo que andei treinando em meus próprios textos, acho que eu consigo explicar o que senti quando li "Os 13 Porquês": me senti pequena. 

Sim, pequena pois eu jamais conseguiria perceber o quanto as minhas próprias palavras poderiam afetar a vida de alguém e pequena por perceber isso apenas quando eu li um livro que trata sobre esse assunto. Hannah conseguiu me ensinar que absolutamente TUDO AFETA TUDO. 


Independente de onde você possa estar, com quem você possa estar, jamais se esqueça de que você não sabe o que se passa na vida de outra pessoa, você não conhece seus piores pensamentos e nem todos os seus medos, então seja paciente, mostre-se um ouvinte e procure ajudar. 

Nunca tinha pensando no suicídio como uma sucessão de pequenos fatos, sempre achei que "algo maior" estava por trás. Eu estava errada. Os detalhes e pequenos fatos contam mais, contaram mais para Hannah. E você já parou para pensar que talvez um ato seu, pode contar para alguém? Mesmo que seja um desconhecido. 

"É importante estarmos consciente do modo como tratamos os outros. Mesmo que alguém pareça ignorar um comentário casual ou não se deixar afetar por um boato, é impossível saber tudo o que se passa na vida daquela pessoa e o quanto podemos ampliar sua dor."Hannah


E no final? Muito mais que 13 vidas afetadas por um suicídio ou por 7 fitas cassetes. 
Milhares de vidas afetadas por um livro de 244 páginas, muito bem escrito, uma leitura rápida e ao mesmo tempo impactante. Uma historia tragicamente adolescente que precisa ser lida por todos. Um manual de como evitar magoar as pessoas e de o que você pode fazer para ajudar alguém antes que seja tarde demais.  

Outra coisa que mexeu muito comigo, é que foram feitos áudios reais inspirados na história de Hannah, e você pode ouvi-los na playlist logo abaixo:


Então, vocês já conheciam este livro? Deu vontade de ler?

Nota para o livro: 5 cupcakes




Pode ser que você também goste:

Comente com o Facebook

15 comentários

  1. bota vontade de ler
    to chocada que livro lindo preciso dele

    bezossssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. nossa.... to chocada tbm e mto curiosa para ler! adorei o post! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu fiquei super curiosa, to louca para ler também!

      Excluir
  3. Oi, Marieli! Oi, Camila!

    Sabe, eu já tinha ouvido falar desse livro mas não conhecia a história direitinho ainda. Estou lendo a "Lista Negra" agora e enquanto lia a resenha não conseguia deixar de pensar nele. Parece tão tenso e forte quanto. Fiquei morrendo de vontade de ler! Deve ser uma leitura incrível, de muitos sentimentos envolvidos!

    Um beijo,
    Inara
    www.lerdormircomer.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opaa já vou anotar a "Lista Negra" aqui para pesquisar hehehe :) deve ser uma loucura mesmo esse livro, i need read!

      Excluir
  4. Nossa, tô looouca pra ler agora! Adorei a dica Mari!
    Beijos meninas, vocês estão formando uma dupla maravilhosa, to amando :D

    Beijos :*
    Oi, Clo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oii Clo! Obrigada pela visitinha hehehe também to amando a parceria, a Mari é uma querida!

      Excluir
  5. Semana passada uma amiga estava comentando ~soltando spoilers~ sobre a história do livro. Pelo que ela contou já sabia que precisava ler, mas depois dessa resenha, mais uma vez Marieli você me convenceu de que preciso urgentemente ler esse livro. A história parece ser daquela que você não quer parar de ler e ao mesmo tempo que não quer que o livro acabe. Entrou pra lista!
    Beeijo
    www.strawberries.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helo acostume-se a Marieli sempre consegue convencer a ler! hueuhehuehu :D

      Excluir
  6. Já vi vários posts sobre esse livro, e a história parece ser bem legal, mas sei lá, é tipo quando você vê um livro e não tem curiosidade de ler, é assim que é a minha relação com Os 13 porquês rsrs
    Camila, você faz layouts pra blogs né?
    Eu estou interessada em saber mais detalhes asuhuash como posso falar com você?

    Bjs!

    escritoriando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não conhecia o livro, mas minha curiosidade gritou depois de ler essa resenha. Pelas partes que foram citadas, o livro parece ser profundo, fazendo com que a gente passe a ver a vida de uma outra forma. Já entrou pra minha lista de livros para comprar, com toda certeza do universo!
    Beijos

    needfulglam.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Amei a dica <3 Até falei que ia comprar ele esse final de semana mas não deu tempo >.< mas essa semana ainda vou ter ele em mãos, adorei a história e achei as gravações do youtube super sinistras HAHAAHA Me deixaram com mais vontade de ler :)
    Beijos

    Lovely Evv

    ResponderExcluir
  9. Eu conheci esse livro tem um tempinho e fiquei morrendo de vontade de ler. Nunca deu certo e acabou que esqueci dele. Agora que li sua resenha fiquei de novo super curiosas para conhecer a história mais a fundo. Parece ser uma leitura tocante! Ótima dica!

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Camila! Tudo bem? Olha, já que você gostou de "Os 13 Porquês" (que realmente é um livro incrível), é mais um motivo para conhecer "O Último Adeus". Ele vai ser publicado em junho pela DarkSide Books e ó, é um amor <3 http://www.darksidebooks.com.br/o-ultimo-adeus/

    ResponderExcluir

Citação

  • Looks do Dia

    Facebook