Vida de Freela #2 SobreViver

quinta-feira, janeiro 15, 2015

Demorei para fazer esse segundo post, caso queira ler o primeiro antes desse, segue o link: Vida de Freela #1 A Decisão.

Pois bem, em dezembro completou 1 ano que trabalho em casa, como freelancer. E hoje vou compartilhar algumas das minhas experiências e pontos de vista durante essa trajetória.


 1- Nem tudo que brilha é ouro

O que quero dizer com essa frase é que: não se iluda que você não vai se estressar e vai só ficar sentado no sofá olhando filmes e nas horas vagas trabalhar. Confesso que nos 3 primeiros meses foi assim, bem light, aí em outubro eu me vi LOUCA, fui pegando jobs e mais jobs, e SEMPRE vão haver os imprevistos pra f*^&$ com seu planejamento. Surtei e aprendi. Agora em janeiro estou tranquila, e sim, estou podendo assistir uns filmes no sofá.

2- Não pegue tudo que vier pela frente

Um dos meus maiores erros foi pegar todos os jobs que vieram pela frente, mesmo já estando com o tempo se esgotando. Acabei virando severino pau pra toda obra. Faça seu preço, saiba quanto seu trabalho vale e cobre um valor justo para ambos os lados, trabalhar de graça só para boas causas, ok? Fora isso, você está vendendo seu trabalho, e se você não valoriza ele, quem irá valorizar?


3 - Dois lados da mesma moeda

Trabalhar em casa é absurdamente fácil e difícil. 

Fácil pois você está a vontade, o trabalho acaba fluindo melhor, não tem chefe enchendo o saco, não tem todo o ritual de se arrumar, pegar trânsito, você pode trabalhar de pijama (o que reduziu meu consumo de roupas), se você se organizar bem, cobrar preços justos, você vai ter uma vida ótima e poder até tirar uma sonequinha pela tarde.

Difícil, pois é fácil perder a organização, acabar pegando jobs de última hora que vão acabar atrasando sua pauta, e isso acontece sem nem mesmo você perceber. Você só vai se dar conta quando já estiver pirando. 


4 - Organização

É a base de tudo. E sem dúvidas a parte mais difícil. Você vai ter que aprender a dizer não e até a perder clientes, afinal, de que adianta dinheiro no bolso se você não tem tempo e disposição pra gastar e aproveitar ele depois?

Sou super organizada profissionalmente, mas acabei enfiando o pé na jaca no final do ano passado. MAS como eu costumo sempre ver o lado bom das coisas: pelo menos meu natal foi gordo e pude tirar férias sem me preocupar com grana.

Um ótimo aplicativo para organização é o Wunderlist, nele você cria as tarefas do seu dia a dia, assim fica fácil controlar tudo o que você tem que fazer.

5 - Faça o que gosta

No meu caso, eu saí do meu antigo trabalho por muitos motivos, mas o principal era estar fazendo muitas coisas que eu não gostava, trabalhando em casa eu posso selecionar e trabalhar só com coisas que eu curto, claro, sempre vão haver excessões, mas tento evitar pegar jobs que não vão me realizar.


6 - Estipule um horário

A parte mais dificil, afinal, você não tem a: hora de ir embora. As vezes me sento na frente do pc e saio quando já é noite sem nem me dar conta, e isso tem me custado várias dores nos olhos e de cabeça. Mas como não sou do tipo que deixo pra fazer depois, eu quero estar sempre com tudo pronto e adiantado, e por isso acabo ficando MUITO tempo na frente do computador, é um dos pontos que quero melhorar em 2015. Estipular horários.


7 - Como conseguir clientes

Essa é a pergunta que mais recebo. No meu caso quando eu saí da agência eu já tinha vários clientes, e um foi indicando para outro e assim por diante, não precisei oferecer meu trabalho para ninguém até agora, os clientes sempre vieram até mim e eu agradeço por isso todos os dias! Se eu tivesse que ir atrás, nem sei dizer por onde começaria. Mas de repente ofereceria meu trabalho para marcas que eu visse que precisavam de uma reformulada, ou de um conteúdo melhor e assim por diante. Uma boa dica também é divulgar o que você faz entre os amigos e familiares, sempre pinta algo.


8 - Tenha fé

Isso mesmo, fé. Já tive um caso de em um mês 3 clientes pausarem os jobs (cortes de gastos e etc) e aí? larga tudo e corre para procurar emprego? Na hora bate um desespero, mas na semana seguinte que isso aconteceu, eu consegui outros 2 clientes por indicação. Foi um pouco de fé e sorte, e claro que saber apresentar o trabalho. E quando eu optei por essa forma de trabalho eu sabia que teria que lidar com situações assim. Esteja preparado, sempre é bom ter uma poupança para as emergências.

9 - Quanto eu ganho?

Óbvio que eu não vou falar, hahahaha, mas não tenho do que reclamar, estou ganhando bem mais do que quando trabalhava de carteira assinada, claro que não tem férias, décimo terceiro e essas coisas, mas mesmo assim, no meu ponto de vista, vale mais a pena. E eu concilio meus trabalhos de freela com o blog, as roupas e tudo o mais que ganho com o blog, são uma forma indireta de dinheiro também, pois economizo não precisando comprar. E os publieditorias também ajudam a complementar o valor que recebo trabalhando como freela, além dos ganhos de adsense e essas coisas.



Espero que vocês tenham gostado do post de hoje, quero saber a opinião de vocês heim!

E já sabe, qualquer dúvida que tiver, pode entrar em contato comigo que eu respondo assim que possível! :D


Pode ser que você também goste:

Comente com o Facebook

37 comentários

  1. Ah, Cami. Que post legal! Muito instrutivo.
    Eu vou te bater uma real aqui... não sou tão corajosa, nem organizada. Eu sou formada em fotografia, mas não tive a coragem de trabalhar como fotógrafa, porque ODEIO instabilidade. Gosto de pensar que no fim do mês o dinheiro vai cair na minha conta, aconteça o que acontecer.
    Mas enfim, parabéns pelo post, pelo trabalho, pela coragem e pela organização.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Bruna! Que bom que tu curtiu! É difícil mesmo lidar com a instabilidade, mas eu estava naquele momento: ou vai ou racha sabe? HAUHAHUAHA

      Excluir
  2. Sei bem como é essa vida de trabalhar em casa hehehe. Tem altos e baixos, mas a gente sempre consegue encontrar um equilibrio e seguir em frente, não dá pra desistir.

    Beijos
    www.keithpappen.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Keith! Verdade, tem os altos e baixos mesmo, assim como qualquer outro lugar hehe mas em casa é melhor ainda!

      Excluir
  3. Eu trabalhei em casa com a minha mãe um tempo e acho que foi a melhor coisa que eu fiz até hoje.
    Agora eu trabalho numa empresa, mas eu queria muito poder trabalhar em casa de novo. Só não faço isso agora porque não tenho estrutura, espaço e organização suficientes, mas pretendo fazer isso no futuro.
    O post ficou muito bom e as dicas são ótimas!

    Beijos!
    Não Tão Pop

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha sério? o que tu fazia? Bah, é, vai com calma mesmo, te organiza bem antes pra depois dar tudo certo! Boa sorte Re! ♥

      Excluir
  4. Esse ano resolvi ser freela também e, ó, faz muita diferença. É tão bom poder acordar de manhã e não ter ninguém te enchendo o saco ou te cobrando coisas porque acham que não vai entregar no tempo certo. Diria que é uma paz na vida da gente!

    Como todo trampo, tem seus pontos positivos e negativos, mas eu só dou atenção ao lado bom da coisa.

    Que esse ano seja ótimo pra ti! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Adriel, a parte da manhã é ótima, poder dormir mais cinco, dez, vinte minutos se estiver afim hehehe. Um ótimo ano pra ti também guri! ♥

      Excluir
  5. Camila, tomei coragem pra sair do emprego há 3 meses e ainda é tudo muito novo pra mim.
    Essas dicas foram muito boas, sério, principalmente o item 8, é dificil não pirar de vez em quando mas vou ter fé e não vou desanimar.
    Um super beijo!
    {meu blog}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aii que bom que pude ajudar de alguma forma :D boa sorte nessa nova jornada!

      Excluir
  6. Camila to doida pra trabalhar em casa, não aguento mais essa função de trabalhar pros outros ... Adorei o post, pois essas dicas vão ser uteis pra muita gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Estela! :D obrigada pela visita querida ♥

      Excluir
  7. Muito boa as dicas! Eu trabalho como freela mas na área de gastronomia, faço jantares particulares na casa das pessoas e organização é tudo, principalmente que tenho horário para cumprir e não da pra dar moleza...
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ste! Uauu que bacana, não sabia que dava pra ser freela nessa área, muito bacana!

      Excluir
  8. Camila, você é uma inspiração pra mim!!
    Desde o ano passado já vinha alimentando essa ideia e esse ano resolvi sair do meu trabalho e ir atrás dos meus projetos pessoais! Sei que vai ser difícil, mas acho que nunca conseguirei se não tentar!
    Então, to indo na fé!! Pretendo poder contar em breve várias mudanças como vc fez!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhaaa quem falando, tu é minha inspiração também Talita! Sempre é um pouco difícil no começo, mas o que seria de nós se não fossem os desafios? :D Boa sorte Talita, tenho certeza que vai dar tudo certo! ♥

      Excluir
  9. Adorei o post. É bom saber mais sobre essa vida de freela. Antes de trabalhar com carteira assinada eu fazia os trabalhos de manutenção de computadores e vendia doces, eu amava fazer isso. Estou pensando em voltar. bjs

    www.garotadosuburbio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Susany! Poxa que bacana, o bom de ser freela é pode conciliar duas funções mesmo! :D

      Excluir
  10. Oi Camila! Deixei meu emprego em agosto do ano passado pra tentar fazer dar certo uma coisa que eu tinha desde 2009 na internet: meu brechó virtual! Já se passaram cinco meses depois disso e por sorte eu diria que consegui me manter até aqui fazendo feiras em Porto Alegre junto com as vendas online, e embora eu ame muito garimpar peças de época e revender percebi que se tem uma coisa que eu não tenho é organização! Durmo muito tarde, acordo muito tarde e sinto muita falta de ter um salário fixo todo mês :/ Talvez logo logo eu volte a trabalhar fora :P mas que massa que tudo está dando certo pra você!
    Bjão!!!

    http://hippiegrungerajneesh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Uauuu fiquei super feliz por você compartilhar comigo um pouco da sua história, realmente, tem que ter horários e muita organização hehehe mas acho que você pode conciliar a loja com um emprego, assim teria duas rendas, que tal? :D

      Excluir
  11. Amei o post. Adoro saber mais sobre essa sua escolha de vida. Tenho vontade de fazer isso em algum momento da vida. Mas acho que o momento não é agora e preciso "estudar" mais o mercado de freelas pra minha area.

    Mas adoro ler seus posts sobre o assunto. É muito inspirador, sério.
    A Mente Transborda
    Curta no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Jéssica! Que bom que você gostou ♥ é, isso aí, estuda bem antes hehe pra não ter imprevistos depois :D

      Excluir
  12. Vida de freela, sei BEM como é isso. A gente vai aprendendo a equilibrar tudo com o tempo. Mas até hoje me vejo enrolada com alguns aspectos da coisa. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Camila, o tempo ensina a equilibrar mesmo.

      Excluir
  13. Adorei o post, sou contadora e trabalho numa multinacional... com essa coisa chata de chefe puxar o pé, o trânsito e tal... Tô doida em trabalhar em casa prestando serviços contábeis, mas já to juntando recursos... A organização com certeza é fundamental e o trabalho fluir melhor!
    Tenho visto seu blog quase todo dias, e adoro tudo! Me inspirou a criar o meu *.*
    Beijos
    Isabelle
    Conheça o meu: http://www.superabonita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Isa, olha tua área é uma área boa pra ser freela mesmo, todo mundo precisa de um contador hehehe Fiquei muito feliz com teu comentário e por saber que tu me visita sempre, também vou te visitar! ♥

      Excluir
  14. Fico super feliz por sua conquista, Camila! Realmente, trabalhar em casa deve demandar muita disciplina. Que bom que você tem conseguido conciliar tudo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Ai que legal, nunca pensei em ser uma sabe? mas essas dicas são realmentes boas, pois pra quem aspira isso deve ter esclarecido bastante coisa


    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas dicas se aplicam pra várias áreas! :D Obrigada pela visita!

      Excluir
  16. Adorei seu post de verdade, muita menina nova que vem atrás de blogueiras e veem que algumas trabalham em casa mas tudo tem planejamento,escolhas e estudo.
    Adorei Camila!
    Beijos
    Cih | Nem Rock Nem Roll

    ResponderExcluir
  17. Quando eu era mais nova, meu sonho sempre foi trabalhar em casa.
    Pode até ser consequência da minha timidez quando mais nova, mas agora eu digo: eu era muito ingênua ahahahahah
    Atualmente trabalho em casa, mas por opção. Quero fazer intercâmbio ano que vem, e daí decidi ser freela pra conseguir o dinheiro necessário. Eu sei que posso, mas é muito difícil!
    Difícil em todos os pontos que você citou + ter de lidar com a família achando que vc não faz nada da vida + separar a vida profissional da vida pessoal.
    Sou como você: como quero terminar tudo pra deixar adiantado, eu fico o dia inteiro no computador! Nem vejo a hora passar...
    Depois nos perguntam porque freelas cobram caro hahaha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Dani, obrigada por compartilhar um pouco da tua história comigo, haha até que minha família entendeu que eu não tava o dia todo vadiando no facebook demorou um pouco! Toca aí colega o/

      Excluir
  18. Eu estou começando a considerar esse tipo de trabalho, já que ao sair linda e formosa da faculdade, percebi que os lugares em que mais gostaria de trabalhar (na minha área, Psicologia) são todos concursados. Ano passado fiz curso de fotografia, mais por diversão mesmo, e to vendo que é uma boa ideia investir mais nisso... Já que estudar pra concurso não paga minhas contas! haha
    Beijos! *:
    https://pseudoaleatoriedade.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  19. Nunca tinha lido um post em relação a isso e super me identificado tanto! Não lembro bem quando eu decidi trabalhar "pra mim" mas foi a melhor decisão que já tomei. Sou fotógrafa e tenho que me virar nos 30 pra não sair da linha, manter as coisas em dia e tudo mais. Adorei <3

    ResponderExcluir
  20. Gostei bastante desse post também, tanto quanto dos outros. E em média quanto que se cobra por cada trabalho? Beijos

    ResponderExcluir

Citação

  • Looks do Dia

    Facebook